Menu

Detalhes

CRÓNICA DE UM CONTACTO EXTRATERRESTRE: Miragem, estrela Antares (volume 2)

CRÓNICA DE UM CONTACTO EXTRATERRESTRE: Miragem, estrela Antares (volume 2)

autor:
Pedro Barbosa
 
editor:
Sociedade Portuguesa de Autores
 
 
ano de publicação:
2019
 
idioma:
Português
 
ISBN:
9789895442324
 
nº de páginas:
347
 
formato:
ileio (leitura online e APP)
 
pré-visualização: Abrir

Este é o segundo de uma série de 3 volumes que relatam uma árdua experiência de contacto alienígena vivenciada pelo autor ao longo de quinze anos, entre 2002 e 2017. O ano de 2005, por onde se inicia esta crónica, constitui o período mais paradoxal, mas também o da tomada de consciência da sua natureza extraterrestre e interdimensional. Tudo será gradualmente ilustrado com fotos, documentos áudio e vídeo, bem como por objectos não identificados, testes laboratoriais, relatórios médicos e clínicos, entre outros. Neste 2º volume será apresentada uma imagem absolutamente inédita de um planeta extra-solar na órbita de uma estrela do sistema de Antares: precisamente a imagem de uma base de abastecimento das naves-mãe que chegam até nós. O leitor atento decidirá da sua credibilidade, ou não, em função de todo o contexto apresentado... O autor está convicto de que tais provas em sua posse, fruto de morosa pesquisa desenvolvida em paralelo com a sua vivência pessoal, poderão esclarecer significativamente o lugar do ser humano no Universo.

PARTE III MIRAGEM: ESTRELA ANTARES (Janeiro 2006 a Fevereiro 2009) A linha quebrada 19.1 O retorno de Sísifo ou de Xerazade? 12 19.2 As razões e as desrazões do não retorno 16 19.3 Emergem as primeiras explicações para o passado recente 18 19.4 E eu, afinal quem sou eu? 20 19.5 Algo mais sobre os “Antarianos”: no tempo em que os animais falavam? 22 Movimento perpétuo 20.1 «Depois eles me renovam»: parafuso-sem-fim? 28 20.2 Reconstrução corpórea, provas e viagem ao Pará… 30 20.3 Incrível telefonema pelo Skype na floresta 32 20.4 Um mês de “peregrinação florestal”? 35 Quando a fénix renasce... 21.1 A transmutação de Adeni: uma Fenix renascida das cinzas? 37 21.2 Inteligência artificial: uma ciborgue e um robot biológico? 40 O jogo da morte e o assassinato de Dany 22.1 Singulares revelações e “linguagem transcibernética” 45 22.2 O ponto final: um adeus ou controle mental? 47 22.3 Mais notícias sobre o mundo de Antares e telepatias cirúrgicas 49 22.4 Como Adeni comunica sem usar tecnologia humana? 51 22.5 Sinais de abdução? Inoculação de energia?! 52 22.6 O jogo da morte: o assassinato da irmã Dany e a passagem do pai de Frida 55 Restos de restos... 23.1 «Rota das Estrelas»: matriz interna do nosso imaginário? 58 23.2 A linha quebrada: que ciclo triturante podia este ser? 60 23.3 A linha vertical: e que missão podia ser a de Adeni? 61 A primeira imagem de Antares 24.1 PRIMEIRA IMAGEM DE ANTARES: base de abastecimento das “naves-mãe”? 69 24.2 Nova prova: mais enigmas, mais respostas, mais perguntas… 71 24.3 É a verdade uma teia de mentiras? 73 Na rota do Nada? 25.1 Indecidibilidades... 77 25.2 Linguagem artificial e ondas rádio: cibernética ET? 80 25.3 Assim é o corpo físico de uma Entidade Biológica Extraterrestre (EBE)? 83 25.4 O oposto da imagem do ET: luxo imperial ou desprendimento da matéria? 85 25.5 Ciclo cármico, cura transdimensional e outros sortilégios 87 25.6 Um vislumbre da origem do contacto? 90 25.7 Aqui se começa a abordar o câncer e a cura transdimensional... 91 25.8 A cíclica degenerescência corpórea de Adeni 93 25.9 Um telefonema preambular 95 Mais uma prova documental: visita à aula de Ciberarte 26.1 Outra prova vivencial: a aula de arte gerada por computador 100 26.2 O apagão na cidade do Porto: novas energias no planeta? 103 26.3 Preparação da viagem ao Brasil: uma solução para o enigma? 106 Nova viagem ao Brasil: o antes e o depois 27.1 Escrito num bloco-notas de viagem 111 27.2 Como Adeni comunica por transcomunicação instrumental (TCI) 115 27.3 E depois? 117 27.4 Invasão, invasão: quase um epílogo 119 27.5 O encapuçado imponderável 120 Um longo, longo hiato 28.1 Como um cego às apalpadelas nas paredes de um labirinto… 124 28.2 Intervenção “ex machina” de DRI 126 28.3 A luz de Malancatrás e pontos de entrada na Terra 129 28.4 Um telefonema do Além! 132 Historial de uma cura inexplicável 29.1 Ruptura do menisco e sua reconstrução “milagrosa”? 136 Onde se percebe o que acontece numa abdução! 139 30.1 Nova deriva: um laboratório no meio do mato? 139 30.2 Abdução, abdução! 141 30.3 Três telefonemas reveladores: o “shape shifting” 145 Apresentação de Morgana Trassi 31.1 O ballet Terra-Brasil, um laboratório no mato e o que é ser-se Antariano 150 31.2 Morgana fala do seu último filho híbrido: Audric 153 A queda de uma Nave: entre este e o outro plano 32.1 Novo círculo quadrado 157 32.2 Ondas cerebrais? 158 32.3 Sob a pressão dos preparativos para a missão 159 32.4 Interregno: Anjos & ETs no cinema 161 32.5 Laboratório no mato: filmar a descida de uma nave Antariana? 162 32.6 Uma nave despenhada na Amazónia? 164 32.7 A caminho do silêncio total 165 32.8 Motivação alienígena para o encobrimento ufológico? 165 32.9 Notícias da queda da Nave 167 32.10 O depois e o antes da vida! 168 32.11 Buscando outra fonte: ainda a nave alienígena despenhada 172 32.12 O silêncio entre as estranhas “sintonias” 173 32.13 Ainda o cinema: «Um Homem do Outro Mundo» 174 Implante bioplasmóide no pé? 33.1 Historial de um implante alienígena? 178 33.2 Docs & infos 181 PARTE IV NA ÓRBITA DA ESPERA: ABDUÇÕES (Julho 2007 a Fevereiro 2011) Noites de revelações… 34.1 Uma conjunção em Central Park? 188 34.2 Adeni em vida suspensa: eis como se faz a sua partida! 190 34.3 E quando Adeni desperta do estado de suspensão vital... 193 34.4 Onde se fala deste livro que aqui escrevo: ou quando a estranheza mais se entranha 196 34.5 Um sinal às 11:11:11? 202 34.6 Nova sucessão de eventos “sobrenaturais”… 203 34.7 Finalmente: «SIM ADENI É UMA HIBRIDA»! 205 34.8 O ritual da partida? 206 34.9 Um “segredo” que não pode ser revelado? 206 34.10 Fábula ufológica: a propósito do “segredo” que não pode ser revelado! 207 A Ufologia no limiar da ciência do nosso tempo? 35.1 Ultraterrestres: da ufologia científica à ufologia holística 211 35.2 Nota epistemológica sobre a Ufologia 212 35.3 Entre a ufologia casuística e a ufologia esotérica 215 35.4 Assim nasce uma tese: Síndrome de Pós-Abdução… 217 Sinais de abdução na madrugada 36.1 Um exemplo de abdução 220 36.2 Inquérito de Karla Turner 223 36.3 Deriva: a “abução” vista como trânsito entre dimensões 224 Breve historial de uma gravidez alienígena 37.1 Uma gravidez por abdução? 227 37.2 Luruanda, uma vez mais: anfíbios e cetáceos? 232 Um confronto directo com o invisível 38.1 Mediunidade, sem dúvida: um aprendizado? 241 38.2 “Cocoon”: Antares e Atlântida? 245 38.3 A quadratura do círculo? 246 38.4 Uma primeira abordagem sobre as diferentes tipologias de Aliens… 247 A experiência do “lado de lá”: a metanóia 39.1 A porta para o lado de Lá! 251 39.2 Eis o que se passou: «Se não fosse médica, eu diria que foi milagre!» 253 39.3 A “última ceia”: auto-iniciação xamânica? 256 39.4 Alice do outro lado do espelho? 257 39.5 Relatórios clínicos: uma possível abdução? 258 39.6 Uma curiosa coincidência! 261 39.7 Pormenor sobre o missing time: “O relógio estava 2 horas atrasado” 262 A experiência da morte e o fenómeno da abdução 40.1 O mistério da morte: o livre-arbítrio em questão? (1) 264 40.2 Uma passagem para o “outro lado do espelho”: Adeni versus Thuntsha? 266 Viagem ao Kennedy Space Center da NASA 41.1 Antecedentes: uma viagem induzida? 269 41.2 Viagem ao Grande País Poluído (GPP): notas de viagem 271 41.3 Visita ao KSC: um país na era espacial 276 41.4 Estarei a ser realmente “monitorado”? 282 41.5 Acasos e sincronicidade: nexos de uma realidade num plano superior? 284 Livre arbítrio, fatalismo, ordem e desordem 42.1 Jogo, manipulação ou liberdade condicionada? 286 42.2 Do outro lado do espelho? 288 42.3 Sincronicidades: ordem e casualidade em diferentes dimensões? 291 42.4 Existencialismo e materialismo dialéctico: “OPTO, ERGO SUM”, diria eu! 292 Algo mais sobre Antares e outras dimensões 43.1 Como quem cola os cacos de um vaso de que não se sabe a forma 296 43.2 Antares segundo a Astronomia humana 297 43.3 Breve retrospectiva: ADENI versus TUNTHA? 298 43.4 Dialéctica no cibertexto: e na hiper-realidade? 299 Onde se tiram muitas ilações sobre a agenda ET 44.1 Da telepatia à tradução biónica em outra linguagem estelar? 301 44.2 Como se o tempo tivesse parado: «Eu estou aqui para resgatar tudo que pesou em vc» 302 44.3 O enigma de Adeni Saba: «É o mesmo que dizer que ela é uma extraterrestre» 306 44.4 E de novo a “bela adormecida”? Mas em que dimensão? 309 44.5 Adeni & Raquel: Lesly, filha de duas mães!? 310 44.6 Mentores e seres de luz: conceito de Divindade para os ETs 314 44.7 Da tecnologia ET ao maquinário de Dri: algo sobre o chupacabras e o caso Varginha 315 44.8 O problema das provas 319 44.9 Explanações num registo ainda mais desconcertante 322 44.10 Ultraterrestres e o mistério das luzes 326 44.11 O sono dos híbridos e dos EDs 329 44.12 Meta-meta-metafísicas… 330 Preparação da viagem definitiva: Portugal? 45.1 Prisão de Adeni e outros segredos do Retiro 332 45.2 A resposta de uma sensitiva: «Não tente entender o que não é para entender» 336 45.3 Exo-Direito: receber duas alienígenas em casa? 338 45.4 Um só bilhete para duas “pessoas”?! 339 SOBRE ESTE LIVRO …. 346 OBRAS DO AUTOR …… 347

Pessoal
Tipo de licença Permissão de impressão
Acesso Perpétuo não permitido
Aluguer não permitido


Leitura online: um utilizador por sessão (sem simultaneidade)
Leitura offline (com a APP): máximo de 2 dispositivos em simultâneo

Institucional

Se o e-book que deseja adquirir se destinar a uma biblioteca ou instituicao por favor contacte a MARKA Lda para mais informacoes:

Email: [email protected]
Telefone: + (351) 21 322 4040
Fax: + (351) 21 322 4044


Morada:
Rua dos Correeiros, 61,3º Andar
1100-162 Lisboa
Portugal